Menu

VAREJÃO DAS BICICLETAS

Av. Jones dos Santos Neves, Centro – São Mateus – ES  - CEP: 29.930-015
Telefone: (27)3763-3630
E-mail:
varejaob@veloxmail.com.br
Loja especializada em móveis e eletrodomésticos.
Texto de Eliezer Ortolani Nardoto baseado em entrevista concedida por Atalmiro Geraldo, em 04 de novembro de 2009.


Atalmiro Geraldo, proprietário do Varejão das Bicicletas, nasceu em Nanuque, no estado de Minas Gerais, no dia 05 de fevereiro de 1951.
Seus pais vieram para São Mateus, no Espírito Santo, em 1953, com um tio materno chamado Cristiano, que possuía um hotel que se localizava no Porto. Depois mudaram-se para a cidade alta, onde atualmente é a casa da família “Tozzi” (Rua Cel Cunha Júnior,esquina com a Ladeira São Benedito). Esse seu tio foi quem criou a sua mãe, que ficou órfã muito cedo.
Seus pais ficaram com seu tio até o surgimento de um emprego na Serraria Cacique, onde o seu pai começou a trabalhar, sendo então seu primeiro e único emprego.
A família mudou-se para a Avenida Cricaré que era mais perto da Serraria.
Já rapaz, Atalmiro foi morar em Saquarema, no Rio de Janeiro, devido a falta de emprego em São Mateus. Lá trabalhou com seu padrinho Manoel Feitoza, voltou para São Mateus e depois foi morar na própria capital do Rio de Janeiro, onde ficou dois anos e trabalhou em um supermercado chamado “Casas das Banhas”.
Tempos depois voltou para São Mateus e começou a namorar com Celina Tezolini, com quem casou-se e teve duas filhas: Jaqueline e Jeane.
Quando se casou, Atalmiro trabalhava na gráfica dos padres, (ESTIMA – Escola Tipográfica Mateense).
Depois de dois anos de aprendizado, foi para Nova Venécia trabalhar na Gráfica Progresso, com o senhor Clóvis Loyola.
Com Celina Atalmiro ficou casado aproximadamente dez anos.
Voltou para São Mateus, porque sua esposa estava grávida e com o nascimento de sua filha, ficava difícil o constante deslocamento Nova Venécia-São Mateus.
Voltando a São Mateus foi trabalhar na loja de material de construção MathisDaher, com Jorge Daher  e José Mathias, de 1974 até 1980. O gerente da loja era Zédio Bonomo.
Em 1980 foi para Vitória trabalhar na Lojas Dadalto, da Avenida Florentino Ávidos, durante dois anos e meio.
Atalmiro já tinha planos de abrir um negócio aqui em São Mateus. Chegou a conversar com Zédio Bonomo, que ficou interessado, mas Zédio faleceu e então Amadeu Boroto lhe propôs abrir uma loja de tintas em sociedade. Fundaram a Casa das Tintas, na rua Arlindo Sodré.
Atalmiro tomava conta da loja com o sobrinho de Amadeu. Mais tarde Amadeu lhe ofereceu sua parte, mas Atalmiro falou que não tinha condições de comprá-la. Amadeu a vendeu, então, para Pedro Porfírio que acabou comprando sua parte também.
Na negociação Atalmiro pegou o Bar de Pedro Porfírio (na rua Dr. Arlindo Sodré). Era o ano de 1986, ano de Copa do Mundo, bom para esse tipo de negócio.
Pouco tempo Atalmiro ficou com o bar por não ter gostado de trabalhar com esse tipo de negócio.
Nesse período, a Lojas Dadalto estava se instalando em São Mateus e o gerente, já conhecido da época em que nela trabalhou, lhe fez uma proposta de trabalhar novamente nessa empresa. Atalmiro aceitou e vendeu o bar para Antonio Magiero, voltando a trabalhar na Dadalto, onde ficou por três anos e meio.
Mais tarde saiu e foi trabalhar na Loja Piana, onde ficou até 1991, saindo para abrir uma loja de bicicletas – o Varejão das Bicicletas – com Renato Cabral.
Na verdade, Renato havia lhe chamado para ser o gerente da loja, mas logo lhe ofereceu sociedade cuja parte que lhe coube foi 20%. Mais tarde decidiram diversificar o negócio e ampliar com mais mercadorias, como eletrodomésticos.
Renato estava querendo construir um hotel em São Mateus. Para tal empreendimento, vendeu uma empresa que possuía em Nanuque, uma frota veículos e acabou vendendo também a parte dele na loja aqui para se dedicar ao hotel.
Mais uma vez Atalmiro não tinha condições de assumir também a parte do seu sócio, que foi vendida para Olendino Borgo.
Nessa época tinham três lojas: Varejão das Bicicletas, Eletrocicle e mais uma Varejão das Bicicletas em Teixeira de Freitas.
Em 1999, a sociedade foi desfeita ficando Atalmiro com a loja de São Mateus e o sócio com as outras duas lojas.
Depois abriu uma loja em Nova Venécia, mas não gostou e ficou pouco tempo.
Da Rua Arlindo Sodré o Varejão das Bicicletas mudou, em 1998, para a Av. Jones dos Santos Neves, em frente à antiga escola Amâncio Pereira, onde está consolidada comercializando móveis e eletrodomésticos.
Atalmiro montou, em 2004, uma outra loja, a Cristal Móveis, na Rua Dr. Arlindo Sodré, cuja administração está a cargo de sua atual esposa Lucéia de Lourdes Lodi. 


 

 

 

 

Home | Topo

                   

Home | Jornal | Turismo | História | Geografia | Cultura | Economia | Memorial | Notícias | Contato Visite